Justiça afasta prefeito de Santa Luzia e bloqueia seus bens

Após denúncias e várias investigações do Ministério Público Estadual, o juiz André Filo-Creão G. Fonseca decretou, nesta segunda-feira (27), que o prefeito de Santa Luzia do Pará, Lourival Fernandes de Lima, seja afastado do cargo. O juiz também decretou a indisponibilidade dos bens do investigado.

Além do prefeito, também foram afastados do cargo o secretário de Administração e Finanças, Gedson Xavier de Lima, e o diretor de Arrecadação de Tributos do Município, José Raimundo Nascimento de Oliveira. No período de instrução processual, o vice-prefeito do município responderá pela Prefeitura.

A indisponibilidade de bens também foi determinada pelo magistrado a Gedson Xavier de Lima (filho do prefeito), Edir Raimundo da Silva (tesoureiro municipal) e José Raimundo Nascimento Oliveira (diretor de tributos), limitando essa indisponibilidade ao valor de R$ 200 mil.

As decisões decorrem de procedimentos relativos às irregularidades que teriam ocorrido na aplicação de recursos destinados à construção do matadouro municipal, implicando em improbidade administrativa dos gestores.

Há um pouco mais de um mês, a Polícia Federal, MPE, o Núcleo de Combate ao Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro e do Grupo Especial de Prevenção e Repressão às Organizações Criminosas, ambos da Polícia Civil, fizeram busca e apreensão de documentos, entre recibos, licitações, nota fiscais, computadores e até valores em dinheiro na Prefeitura e na casa dos investigados.

Outro lado - O Portal ORM tenta contato via telefone e e-mail com Lourival Fernandes de Lima e os demais citados na ação.

Redação Portal ORM
Compartilhar:

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Web Master: Charlem Sarges