Embarcações e pescados são apreendidos no Pará

A operação 'Rios Federais' do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis)  pelos rios do Pará, no período de defeso, apreendeu peixes e equipamentos usados para a pesca ilegal. A operação que começou em novembro segue até o final de março.

Até agora foi apreendido 22  barcos, dez quilômetros de rede de pesca e 1,8 tonelada de peixes capturados no período de defeso, além de animais silvestres como patos-silvestres, marrecos e mauaris.  Os agentes ambientais também aplicaram multa de R$ 108.7 mil, e o pescado apreendido foi doado.

Para o coordenador da operação, Rodrigo Numeriano, quando os pescadores praticam este tipo de crime eles se prejudicam. 'O pescador que pesca espécimes jovens e no defeso contribui para acabar com a própria fonte de renda, porque a cada ano haverá menos peixes nos rios', explica.

Cerca de dez espécies de peixes estão com a reprodução protegida na bacia do rio Amazonas, no período do defeso que acontece entre os dias 15 de novembro e 31 de março. As multas por pescar ou transportar espécies protegidas variam de R$ 700 a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de pescado ilegal.  As irregularidades podem ser denunciadas ao Ibama pelo telefone gratuito da Linha Verde: 0800-618080.

Redação Portal ORM
Compartilhar:

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Web Master: Charlem Sarges