Pular para o conteúdo principal

Caravana do Pro Paz já entregou mais de mil óculos no Marajó

Mais de mil óculos já foram receitados, fabricados e entregues à população da ilha do Marajó nos 16 dias que em que a Caravana Pro Paz Cidadania está percorrendo os municípios do arquipélago marajoara. Segundo os coordenadores da Caravana, a oftalmologia foi a especialidade mais procurada pelos pacientes que receberam os serviços oferecidos pelo Governo do Estado na caravana. Entre outros benefícios, a Caravana Pro Paz Cidadania leva uma fábrica de óculos, que podem ser entregues em até 10 minutos depois de receitados.

Desde o dia 24 de fevereiro, quando a caravana aportou pela primeira vez no município de Ponta de Pedras, 3895 pacientes já foram atendidos pelos oftalmologistas da Caravana Pro Paz Cidadania. Por dia são oferecidas 250 vagas para esta especialidade. Segundo a coordenadora de campo do projeto Presença Viva, Selma Ferreira, o objetivo é aumentar para 400 consultas ao dia devido a grande procura que a especialidade está tendo durante a caravana.

O oftalmologista Roberto de Mattos, que atende na Caravana, explica que os principais problemas do cidadão marajoara são a necessidade do uso de óculos, a catarata, o glaucoma e o piterismo (carne crescida) causado pela incidência dos raios solares na retina. A catarata, se não tratada, pode causar cegueira. Já o piterismo, segundo ele, é um problema secundário que pode ser resolvido por cirurgia. Desde o início da Caravana, 337 pacientes já foram encaminhados para cirurgia para a retirada da carne crescida e tratamento do glaucoma e da catarata.

O médico explica que, para evitar estes problemas deveria haver uma campanha educativa junto à população para a utilização maior de óculos escuros desde a infância. “A medida evitaria muitos problemas de visão, pois na região a catarata e o piterismo são muito precoces devido a influência dos raios solares”, comenta. Para Roberto de Mattos, a fábrica de óculos que acompanha a Caravana Pro Paz Cidadania é a prestação de um grande serviço à população, pois um dos maiores causadores de cegueira nas regiões mais pobres do mundo é a falta de utilização de óculos adequados para a correção dos problemas da visão. “Os óculos já retiram o paciente da chamada cegueira legal e reintegram o indivíduo em sua atividade econômica e social”, considera o médico.

Óculos em até 10 minutos

Os pacientes atendidos na Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva são primeiramente encaminhados para o teste de acuidade visual e depois são encaminhados à fabrica de óculos para que seja escolhida a armação ideal para o rosto do paciente. Os óculos são fabricados em resina, um material durável recomendado pelo Conselho de Oftalmologia. Se fosse adquirido numa ótica poderia custar até 350 reais. Alguns óculos especiais que podem ser receitados pelos médicos e não são fabricados na hora são encaminhados para a Ação Social do Palácio do Governo e entregues em até 24 horas.

A dona de casa Elizângela Fonseca, 35 anos, não conseguia executar as tarefas domésticas direito pois sentia fortes dores de cabeça. “Ler então nem pensar”, explica. Ela aproveitou a presença da Caravana do Pro Paz Cidadania em Curralinho e na última sexta-feira já estava com óculos novos. “Foi só eu colocar o óculos e já senti a diferença” recebeu feliz os óculos das mãos da atendente. Curralinho é a quarta parada da Caravana do Pro Paz, que ainda percorrerá 12 municípios da região do Marajó e Oeiras do Pará pelos próximos dois meses. Até o momento já foram realizados 200 mil atendimentos.

Depois de Curralinho a Caravana vai passar pelos seguintes municípios:

Oeiras do Pará: 12 a 14/03

Bagre: 16 a 18/03

Breves: 20 a 23/03

Melgaço: 25 a 27/03

Portel: 29 a 31/03

Anajás: 2 a 4/04

Gurupá: 6 a 8/04

Afuá: 10 a 12/04

Chaves: 14 a 16 /04

Santa Cruz do Arari: 28 a 30/04

Cachoeira do Arari: 2 a 4/05

Soure: 6 a 8/05

Salvaterra: 10 a 12/05

Fonte: Agência Pará

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…