Pular para o conteúdo principal

Polícia Civil do Pará abre inscrição para 670 vagas

A Polícia Civil do Estado do Pará reabre nesta quarta-feira (20) as inscrições dos  concursos para 670 vagas de escrivão, investigador, delegado e papiloscopista. Os salários são de R$ 3.098,79 para escrivão,  investigador e papiloscopista e de R$ 7.695,02 para delegado.
 O concurso para escrivão, investigador e delegado foi cancelado em setembro do ano passado após violação dos lacres de três envelopes de provas. A prova objetiva foi aplicada no dia 16 de setembro. A seleção teve 23 mil inscritos. Os candidatos que participaram do processo anterior e não solicitaram ressarcimento do valor da taxa estão com suas inscrições asseguradas, sem ônus. Porém, é necessário fazer um novo cadastro para registrar o interesse do candidato em participar do concurso e desconsiderar o boleto emitido ao final da inscrição. Em caso de novas inscrições ou de candidatos que solicitaram ressarcimento, deve-se fazer o procedimento normal.
O concurso oferece 250 vagas para investigador, 250 para escrivão, 150 para delegado e 20 para papiloscopista.
Para o cargo de investigador é preciso ter nível superior completo em qualquer área e carteira de habilitação, para escrivão e papiloscopista é necessário nível superior completo também em qualquer área e, para delegado, é preciso ter graduação em direito.
Para realizar a inscrição, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico http://paginas.uepa.br/concursos no período de 20 de fevereiro a 17 de março. A taxa é de R$ 47,50 para todos os cargos.
A primeira etapa da seleção consiste em prova objetiva de múltipla escolha, prova de capacitação física, exame médico, exame psicológico, prova oral e investigação social e criminal. Na segunda etapa, os candidatos vão passar pelo curso técnico profissional.
A data prevista para a realização da prova objetiva é dia 28 de abril, nas cidades de Altamira, Belém, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.
Fonte: G1/Pará

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…