Pular para o conteúdo principal

Paraense está entre jovens que sumiram a caminho da Bahia

A estudante paraense Rosaflor Oliveira Chacon Pinto, 23 anos, está entre os cinco jovens que desapareceram quando viajavam de São Mateus, no norte do Espírito Santo, até Prado, no sul da Bahia, para uma festa de aniversário na noite da sexta-feira (20). Eles sumiram sem deixar vestígios. A jovem é filha do integrante do grupo de teatro paraense Experiência, José Ribamar Chacon Pinto, e mora há mais de dez anos na cidade Serra, na grande Vitória (ES), com a mãe e a irmã.

Chacon que ficou muito abalado com a notícia e ainda tem poucas informações sobre o caso. 'Estou com a cabeça para explodir, nem sei o que pensar. Entregamos nas mãos de Deus porque não dá nem para ter ideia do que aconteceu', disse o pai da jovem.

O pai conta ainda que está se preparando para viajar para a região, o que deve acontecer na manhã desta quarta-feira (25), para ajudar nas buscas. 'Mandei confeccionar vários cartazes com a foto dela para levar', conta. Mas antes, ele tenta o apoio junto ao Governo do Estado. 'Estou tentando uma audiência com o Governo para solicitar que seja dado apoio da Polícia e dos Bombeiros daqui, nas buscas na Bahia', revela.

Familiares dos jovens desaparecidos se uniram com integrantes da Igreja e também fazem buscas na área. 'Como é uma cidade pequena, onde tem uma comunidade evangélica grande, eles se uniram para ajudar', informou.


Quem tiver qualquer informação sobre a localização dos cinco jovens pode entrar em contato com a Delegacia de Pessoas Desaparecidas, em Vitória, pelo telefone (27) 3137-9065, ou ligar para o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública, pelo telefone 181. A identidade da testemunha ficará em sigilo.

Boato - Durante a manhã desta terça-feira (24), circularam várias informações a respeito da localização dos jovens desaparecidos, inclusive de que os corpos dos cinco jovens teriam sido achados dentro do carro, em uma estrada no trajeto da viagem.

Mas a família garante que não passaram de boatos. 'Infelizmente, eles não foram encontrados ainda, mas as buscas continuam por ar e também via terrestre', disse a irmã da paraense, Luísa Chacon.

Luciana Cavalcante (Portal ORM)
Foto: Arquivo pessoal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…