Pular para o conteúdo principal

Energia solar e internet aos ribeirinhos portelenses

Projeto pioneiro leva internet e energia solar para comunidades ribeirinhas no município de Portel na Ilha de Marajó.

De iniciativa do empresário Igor Diniz que trabalha no ramo de tecnologia, o projeto tem o objetivo de tornar acessível a energia solar e tirar do isolamento tecnológico comunidades ribeirinhas do município de Portel.

Energia solar e internet estão mudando a vida e rotina de muitas comunidades ribeirinhas do município de Portel, Tecnologias que até pouco tempo nem se imaginavam la por aquelas bandas. As atividades aparentemente mais cotidianas, como usar a geladeira, assistir televisão ou ter acesso a redes sociais, fazer pesquisas escolares usando a internet, é uma realidade distante para muita gente na região de Portel. Longe da cidade, comunidades ribeirinhas dispõe de poucas horas diárias de eletricidade, alimentadas por geradores movidos a combustível e nenhuma de internet.

O Empresário Igor Diniz que a mais de 15 anos atua no mercado de tecnologia da informática e internet, instalando kits com internet e energia solar nas comunidades.O projeto leva até as comunidades mais distantes da sede do município um kit Montado apenas com tecnologias de baixo custo e financiado pelo próprio empresário que é dono da empresa BSTELNET, uma empresa pioneira de internet no município e na região da Ilha de Marajó. O BS FREE como é denominado o projeto, instala um kit capaz de produzir energia solar e através de um link via satélite gerar sinal de internet, além de enfrentar o problema da exclusão elétrica e tecnológica em regiões afastadas de centros urbanos, como as comunidades situadas nos rios Pacajá, Camarapí, Anapú e Acutípereira no município de Portel.

Como funciona o sistema
O projeto tem várias versões: KIT BS FREE LUMINÁRIA SOLAR, KIT BS FRE SOLAR e KIT BS FREE INTERNET COM ENERGIA SOLAR, e é usado de acordo com a especificidade de cada comunidade

O KIT BS FREE LUMINÁRIA SOLAR é feito basicamente por luminárias solares que fornecem energia para iluminar ambientes como por exemplo uma praça na comunidade. As comunidades onde foi implantado esse sistema a noite se juntam para conversar a noite, jogos de dominó e com isso se uniram e criaram uma horta comunitária.

O BSFREE Iluminação é extremamente simples, composto por um painel solar, bateria, controlador de carga, lâmpadas e carregador USB. Depois de instalado, pode fornecer energia para o funcionamento da iluminação de uma igreja ou centro comunitário, aparelhos com entrada USB e ser adaptado para uma caixa de som com microfone.

O KIT BS FREE INTERNET COM ENERGIA SOLAR é uma combinação de tecnologias, compostas por um painel solar de 150 watts, controlador de carga de 10A, uma bateria de 65A, link via satélite, roteador com sistema de controle de usuários. Depois de instalados, pode fornecer energia para o funcionamento de duas lâmpadas de leds ou uma tv de led de ate 32”, além de alimentar o sistema de internet que por sua vez pode conectar até 50 usuários ao mesmo tempo.
Em fase de expansão, o projeto já alcançou muitas comunidades proporcionando mudanças na vida das pessoas, fomentando a economia local, transformando o dia a dia e os meios de produção dos ribeirinhos que passaram a usar as tecnologias, principalmente a internet para pesquisar novos métodos e técnicas de produção e para vender seus produtos a outros mercados.

O objetivo do projeto é mostrar para o povo ribeirinho que energia solar é acessível e fácil de se instalar, com a internet além de aprendizado, server para salvar vidas, pois muitos sofrem acidentes e picadas de cobra, agora com a internet é possível acionar rapidamente a emergência do município, o q já vem acontecem constantemente, é possível economizar e direcionar o combustível fóssil para apenas transporte fluvial, gerando uma enorme economia na renda desse povo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…