Pular para o conteúdo principal

Cidade de Portel é abalada por três homicídios

Maria Djane Marques Nascimento foi morta a facadas e pauladas em sua própria casa. (Foto: Divulgação)

Um fim de semana difícil de ser esquecido no município de Portel, na Ilha do Marajó. Três pessoas foram assassinadas, quase que simultaneamente, sendo uma mulher, na cidade, e dois homens, na comunidade Monte Horebe, zona rural daquele município.
O primeiro homicídio foi comunicado por José Romano Paiva, que esteve na delegacia de Polícia Civil de Portel, informando ao delegado Arthur Carlos de Oliveira, que sua irmã Maria Djane Marques Nascimento, de 31 anos, foi encontrada morta no interior da sua residência, no bairro da Portelinha periferia de Portel.

“O corpo de Djane foi encontrado por uma vizinha que mora atrás da casa dela, e estava deitado de bruços no chão, ao lado da cama, apresentando várias perfurações no peito e na cabeça”, informou o irmão da vítima.

Como na região não existe posto avançado do Instituto de Criminalística, o corpo de Maria Djane Marques Nascimento foi levado para o Hospital Municipal, onde o médico de plantão anotou 6 perfurações de faca na região do tórax e pescoço, e outras lesões na cabeça, apontando que o assassino também usou um pedaço de pau.

Policiais militares do destacamento da cidade, sob o comando da cabo Doralice e soldados Odis e Alessandro, que estiveram no bairro da Portelinha, informaram que os objetos no interior da residência não foram roubados e estavam todos arrumados, demonstrando que o assassino estivera no local apenas para matar Maria Djane Marques Nascimento.

Outro detalhe que chama atenção no crime é que as portas e janelas da casa não foram arrombadas, levando a polícia acreditar que a vítima conhecia seu agressor. O delegado Arthur Carlos de Oliveira abriu inquérito policial para apurar o feminicidio.

DUPLO HOMICÍDIO

O segundo crime foi na comunidade rural de Monte Horebe, distante três horas de barco da cidade. O cabo Josoel Brandão fez a apresentação de um adolescente de 16 anos, suspeito de ato infracional, tendo por base o artigo 121 do Código Penal Brasileiro (homicídio).

Segundo as informações da Policia Militar, o adolescente praticou duplo homicídio, tendo como vítimas Joaquim Marques dos Santos e Elissandro Ferreira Santos. O infrator se escondeu na comunidade. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu apreender o adolescente, apresentando para autoridade da Polícia Civil para as providências dentro do Estatuto da Criança e do Adolescente.

(J.R. Avelar/Diário do Pará)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…