Pular para o conteúdo principal

SFB realiza audiências públicas para concessão florestal em Caxiuanã

AUDIÊNCIA PÚBLICA - Concessão Florestal em Caxiuanã
AUDIÊNCIA PÚBLICA - Concessão Florestal em Caxiuanã 

Acervo Flona
As audiências serão realizadas entre os dias 11 e 18/08 nos municípios paraenses de Belém, Breves, Melgaço, Portel e Porto de Moz. A realização das audiências dá publicidade ao processo e permite a população esclarecer dúvidas e fazer sugestões

O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) irá realizar entre os dias 11 e 18/08 cinco audiências públicas para apresentar a proposta de edital para a concessão de unidades de manejo da Floresta Nacional (Flona) de Caxiuanã. As audiências serão realizadas nas sedes dos municípios de Belém, Breves, Melgaço, Portel e Porto de Moz, no Pará. O aviso foi publicado hoje (24/07) no Diário Oficial da União.
Em acordo com o Plano de Outorga Florestal (PAOF) 2014 estará disponível para a concessão uma área de cerca de 180 mil hectares, dividida em três unidades de manejo florestal (UMF) de 39.987 hectares (UMF I), 87.559 hectares (UMF II) e 53.287 hectares (UMFI III). As empresas vencedoras do processo de licitação poderão realizar o manejo florestal sustentável nas áreas por até 40 anos.
O preço mínimo proposto para o pagamento pela madeira extraída é de R$ 75 por metro cúbico. Além das propostas de preço, as empresas também serão avaliadas pelas propostas técnicas que incluem critérios ambientais e sociais.
Parte dos recursos arrecadados pela concessão será destinada ao Serviço Florestal Brasileiro (30%) e o restante (70%) será dividido entre o estado do Pará (20%), os municípios de Portel e Melgaço (20%), o Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (20%) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (40%), órgão gestor da unidade.
A realização das audiências públicas está prevista na Lei de Gestão de Florestas Públicas (11.284/2006) e tem como objetivo dar publicidade ao processo, esclarecer possíveis dúvidas e ouvir da população sugestões para o aperfeiçoamento do documento. Além das audiências, os interessados também poderão enviar sugestões através do email concessao@florestal.gov.br.
Para ter acesso aos documentos de suporte ao processo de concessão florestal, clique aqui.
A Flona de Caxiuanã

Localizada a 400 quilômetros de Belém, entre os rios Xingu e Anapú, a Flona de Caxiuanã foi a primeira floresta nacional criada na Amazônia (1961). A unidade de conservação possui área total de mais de 322 mil hectares e engloba os municípios de Portel e Melgaço (PA).


Serviço
Datas, horários e locais das audiências:
Belém

Data: 11 de agosto (segunda-feira)
Horário: 15 às 18h
Local: Auditório da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), na
Travessa Lomas Valentinas nº 2.717

Breves

Data: 13 de agosto (quarta-feira)
Horário: 9 às 12h
Local: Pólo do Centro de Desenvolvimento e Educação Profissional (Cedep) da Universidade Aberta do Brasil, na Av. Rio Branco nº 1.751. Bairro Aeroporto

Melgaço

Data: 13 de agosto (quarta-feira)
Horário: 16 às 19h
Local: Spazzio Show, na Rua 7 de setembro nº 309. Bairro Centro

Portel

Data: 14 de agosto (quinta-feira)
Horário: 9 às 12h
Local: Auditório da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (SETRAS), na Rua Governador Magalhães Barata nº 366. Bairro Centro

Porto de Moz

Data: 18 de agosto (segunda-feira)
Horário: 9 às 12h
Local: Casa de Cultura, na Rua da República s/n. Bairro Centro. Ao lado do Hospital Municipal


Contato para a imprensa
Serviço Florestal Brasileiro

Assessoria de Comunicação
(61)2028-7130/ 7155
(61)9671-9590

Siga-nos no Twitter: sfb_florestal

Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal

Fonte: SFB

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…