Pular para o conteúdo principal

Governo deve criar 19 pontos de venda de pescado

Na próxima terça-feira, uma reunião na Secretaria de Pesca e Aquicultura (Sepaq), juntamente com órgãos que fiscalizam a entrada e saída de mercadorias no Estado, vai definir a minuta do decreto que vai ser publicado para garantir o abastecimento de pescado no Pará no período da Semana Santa.

(Foto: Reprodução/Diário do Pará)

A diretora de pesca da Sepaq, Jossandra Pinheiro, adianta que aproximadamente 19 pontos de venda de pescado devem ser criados na Região Metropolitana de Belém durante o período e os municípios de Tucuruí, Santa Izabel do Pará, Soure, Castanhal e Santa Bárbara também vão realizar a feira em parceria com a Sepaq. Ela espera que outros municípios também realizem o evento.

A Feira do Pescado volta no próximo dia 10 de março ao Centur, com o objetivo de oferecer produtos de qualidade com um preço bem mais em conta do que se encontra nos mercados a feiras e é realizada uma vez por mês. Em 2011, as várias edições tiveram um sucesso de vendas e de público. Quem for à feira vai encontrar várias espécies de peixes como xaréu com cabeça, a R$ 2 o quilo, além de pargo, curuca, ariocó e pescada branca com e sem cabeça. Todos eles tem preço variado de R$ 2 a R$ 5 o quilo. A pescada amarela com cabeça será vendida a R$ 10 o quilo e o filé do mesmo peixe a R$ 18. Também haverá a comercialização de camarão rosa e bacalhau.

ATENDIMENTO
Para este ano a Secretaria de Pesca e Aquicultura garante que vai atender em maior escala a população paraense, sobretudo a mais carente, pois a procura é sempre grande. A feira oferece produtos com preços entre 50% e 60% abaixo do valor de tabela. Além de ser realizada uma vez por mês, a feira deve viajar para o interior do Estado.

Jossandra Pinheiro disse que a procura é grande durante a realização da feira e isso contribuiu para ela ser descentralizada para outros municípios. “Em 2012 ficou decidido que ela vai acontecer uma vez por mês e agora nós estamos formalizando parcerias para levar esta feira para o interior. Já realizamos a feira em Marabá e Ananindeua e estamos também esperando contatos dos municípios que queiram receber a feira”, explicou. (Agência Pará)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…