Pular para o conteúdo principal

Maioria dos eleitores do Pará é contra a divisão do Estado



Maioria dos paraenses é contra a divisão do Estado. É o que afirma a pesquisa do instituto DataFolha, encomendada pela Tv Liberal e jornal Folha de São Paulo e divulgada nesta sexta-feira (11). Foram realizadas 880 entrevistas em 42 municípios paraenses, no período de 7 a 10 de novembro de 2011 e registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número – 46041/2011. Os eleitores, acima de 16 anos, responderam as seguintes perguntas: 'Você é a favor da criação do Estado de Carajás?' e 'Você é a favor da criação do Estado do Tapajós?'.
Carajás - Em relação ao Estado de Carajás 58% do entrevistados disseram 'Não' a divisão.  Já 33% falaram que 'Sim', são a favor da divisão. Responderam 'Não sabe' 8%. Segundo a pesquisa, a divisão do Pará em duas novas unidades federativas é rejeitada pela população do Estado, mas encontra respaldo entre os eleitores que estão nas áreas onde seriam criados os novos Estados de Carajás e Tapajós.
A principal resistência à criação dos novos Estados vêm da área onde ficaria o novo Pará, reduzido em seu território.  A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.



Tapajós - O índice dos eleitores que votariam favoravelmente à divisão do Pará para a criação do Estado do Tapajós é idêntico ao dos que têm a mesma opinião sobre Carajás: 33% são a favor do surgimento de Tapajós, e 58%, contra. O índice dos que não souberam responder foi de 10%. Nos dois casos - Tapajós e Carajás - a pesquisa ressalta que a soma não totaliza 100% por causa do arredondamento das casas decimais. Uma vez que o Datafolha não divulga os resultados com casas decimais essa diferença pode acontecer.

 

Entre os eleitores que moram no território dos possíveis novos Estados, o apoio é maior à divisão. No Carajás, 84% são a favor de que a região se torne um novo Estado. No Tapajós, são 77% os favoráveis à criação do Estado. Entre os eleitores do Pará remanescente, 80% são contra a criação do Carajás e 77% são contra Tapajós.
O plebiscito irá consultar, no dia 11 de dezembro de 2011, a população do Pará sobre a divisão do atual território do Estado em duas novas unidades federativas.

Dois números serão utilizados no dia do Plebiscito. O '55' deverá ser escolhido pelos eleitores que deciderem pela não criação dos Estados e o '77' para os que forem favoráveis ao desmembramento do Estado.

Redação Portal ORM
Arte: Tv Liberal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONCURSO PÚBLICO DE PORTEL OFERTARÁ 845 VAGAS

Após ter assinado um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público para realizar concurso público e nomear os aprovados até janeiro de 2019, a Prefeitura de Portel deve lançar na próximo dia 23 (sexta) o edital 001/2018 para a realização de concurso público que ofertará 845 vagas em diversos níveis de escolaridade.
O organizador do certame será o Instituto Ágata e o período de inscrição no concurso será entre os dias 28/11 e 30/12 no site www.institutoagata.com.br.
A provas serão marcadas para o dia 20 de janeiro de 2019.
Fonte: Marajó Notícias

ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PORTEL DISPUTARÁ A PREFEITURA EM 2020

O vereador Moisés Moreira, do PSC, que até o próximo dia 31/12 é o presidente da Câmara Municipal de Portel, se colocará à disposição do seu partido para concorrer à Prefeitura de Portel em 2020. Empenhado na campanha para a eleição que aconteceu em outubro, o vereador realizou diversas reuniões em comunidades da sede e do interior do município, e nelas, por diversas vezes, foi intimado pelos comunitários a concorrer em 2020 para o cargo majoritário em Portel. De acordo com informações obtidas pelo blog, Moisés Moreira também tem recebido bastante apoio de amigos e lideranças politicas locais e regionais. Com mais de 20 anos de experiência no legislativo, chegou a hora do vereador se submeter a este desafio de governar uma das cidades com os piores índices sociais da região, mas com um potencial turístico, riquezas naturais e um povo muito trabalhador e ordeiro.

Fonte: Blog Marajó Notícias

PARLAMENTO JUVENIL MERCOSUL 2018

O Marajó tem uma candidata para representar nossa região. Enza Yasmin Melo Lima é do Município de Breves.

"Tenho 15 anos, moro em Breves no Pará e sou aluna do 2º ano do Ensino Médio Integrado no IFPA Campus Breves. Sou defensora dos direitos das crianças e adolescentes e membro do JUVA - Juventude unida pela vida na Amazônia. Ciente de meu papel como representante do Marajó, onde temos os piores IDH do Brasil, meu objetivo é representar nosso estado, nossa cultura, nossa identidade, nossos anseios e nosso desejo de uma educação de qualidade e gratuita para todos." Título do Projeto: A internet como ferramenta de integração para os alunos do Ensino Médio.

Resumo: O projeto visa à criação ou ampliação de um espaço informatizado com acesso a internet e profissionais qualificados. Uns dos requisitos era que o projeto contemplasse uma necessidade local e em nossa região marajoara esse espaços muitas vezes são inexistentes e os alunos da…